O sentido da vida

É o da direita. Nós até podemos ter alguns defeitos, mas ainda não chegámos ao nível da Índia!
E depois, o mundo é para os destros!

Há uns tempos no Miami Ink , o Chris Garver queixava-se que aquele aparelho que se usa para fazer as tatuagens e que cujo o nome não me recordo (na Wikipedia diz "aparelho eléctrico de tatuar"), era feito para os destros. Ele sendo canhoto, queixava-se que havia muito peso a ir para a frente e era dificil tatuar assim.
As guitarras que o Jimi Hendrix usava, eram na verdade, guitarras para destros (não havia guitarras para canhotos na altura, penso) com as cordas trocadas.
O von Goethe também era canhoto. E até podem pensar que não há mal nisso, mas na verdade, como nós aqui no Ocidente escrevemos da esquerda para a direita, deve ser bastante desconfortável escrever com a mão esquerda. E sim estou-te a culpar a ti, inventor da escrita!
Até o Eisntein, o senhor portador do que se diz ser o maior cérebro da história era canhoto.

Meus amigos, eu tirei tudo isto de uma lista de pessoas canhotas famosas. Encontrei a lista no Google, o maior amigo do homem, mas quando fui pesquisar por pessoas destras famosas, nenhuma lista aparece! Isto só pode querer dizer uma coisa: ou não há destros famosos, ou então esqueceram-se de fazer essa lista. Mas também, quem quer uma lista de destros famosos? Só se quer é de canhotos pá! Eu se fôr à procura de famosos heterosexuais, não encontro. Só se fôr de homosexuais. Mas bem, os canhotos e os homosexuais são na verdade, minorias na nossa sociedade. Existem mais destros que canhotos, e mais heterosexuais que homosexuais. Se calhar procuramos isso por curiosidade em saber mais sobre as minorias.

Mas, e se a hipótese de não haver destros famosos fôr verdade? Vão-me dizer que em toda a história da humanidade nunca houve um destro famoso? Não digo famoso de ser popular lá no bairro, lá na escola ou no trabalho, nem digo ser famoso de aparecer nas revistas (porque quem viu o episódio #2 do Portugal, Meu Amor sabe que até é fácil aparecer numa revista. Quem não viu, aconselho a ver, não só aquele mas como todos os episódios).
Tou a falar de famosos daqueles que têm mérito no seu trabalho! O Einstein, o von Goethe e muitos outros canhotos viviam da escrita, mas como expliquei lá atrás, aqui no Ocidente escreve-se da esquerda para a direita, não é vá lá...natural escrever com a mão esquerda. Vão-me dizer que para se ser dos seres mais inteligentes à face da terra, tem-se que ser canhoto? Seguindo a teoria de não haver destros famosos, sim.

Mas, calminha aí! Eu sempre ouvi dizer que nos tempos de Salazar, os professores não deixavam as crianças usarem a mão esquerda. E o meu professor de história do 9º ano, andava sempre a dizer que uma das principais preocupações de Salazar era que as pessoas não se tornassem demasiado instruídas (e tenho que lhe dar os meus parabéns, se ele foi eleito o maior português de sempre é porque o objectivo foi cumprido).
Ora bem, não sei se repararam, mas isto até suporta a teoria de não haver destros famosos!

Eu, Diogo Beirão, pela primeira vez na vida, tenho uma teoria que poderá estar correcta! Estou neste momento...incrédulo!
Aqui neste blog o humor nem é muito mau, mas o nº de visitas é muito fraquinho (e os que vêm parar aqui vêm procurar outras coisas, basta olhar para o nome do blog), mas já encontrei a explicação: eu sou destro! É verdade, sofro desta coisa que sei que um dia me irá condicionar a minha vida profissional (se algum dia chegar a ter uma, que isto de ser destro é lixado)

Gente, quando tiverem filhos, obriguem-lhes a escrever com a mão esquerda. Não só para escrever, mas para tudo! Antes que seja tarde demais...



Para terminar:

Canhotos vs. Destros Winners: Canhotos

Homosexuais vs. Heterosexuais Winners: Homosexuais

0 coisas escritas com ainda mais piada: